JustiçaNacionalPolícia Federal
Tendência

Operação Faroeste da PF prende desembargadora e filho na Bahia

Foram cumpridos ao todo oito mandados em Salvador/BA, Mata de São João/BA e Rondonópolis/MT.

Durante a  quinta fase da operação Faroeste, na manhã desta terça-feira, 24, foi cumprido mandado de prisão temporária da desembargadora do TJ/BA, Sandra Inês Rusciolelli, e dois advogados suspeitos de irregularidades no tribunal, sendo um deles filho de Sandra e apontado como operador financeiro do esquema.

Foram cumpridos ao todo oito mandados em Salvador/BA, Mata de São João/BA e Rondonópolis/MT. Já estão presos, a desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do TJ/BA e o juiz Sérgio Humberto, além de servidores públicos e outros operadores financeiros do esquema.

t

O caso

Quatro desembargadores e dois juízes do TJ/BA foram afastados de seus cargos por suspeita de envolvimento em um esquema de venda de decisões judiciais e grilagem de terras, entre eles o atual presidente do TJ, desembargador Gesivaldo Nascimento Britto.

O afastamento foi determinado pelo ministro Og Fernandes, do STJ, pelo prazo inicial de 90 dias, podendo ser reavaliado. O afastamento também atinge José Olegário Monção, Maria da Graça Osório, Maria do Socorro Barreto Santiago, Marivalda Moutinho e Sérgio Humberto Sampaio. Eles também estão proibidos de acessarem as dependências do TJ/BA, bem como de se comunicarem com funcionários e utilizarem serviços da Corte.

De acordo com o ministro, o conjunto probatório apresentado pelo MP acerca do suposto esquema criminoso fornece indícios claros sobre como se dava a dinâmica de sua operacionalização.

Com informações do Portal Migalhas

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar