Moraes acolhe notícia-crime contra Bolsonaro por críticas às urnas

Agência Brasil Ministro do STF Alexandre de Moraes

Moraes acolhe notícia-crime contra Bolsonaro por críticas às urnas

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou, na tarde desta quarta-feira (4), a inclusão do presidente Jair Bolsonaro como investigado no inquérito que apura a divulgação de informações falsas (Fake News). A informação é da TV Globo.

A decisão do ministro atende ao pedido aprovado por unanimidade pelos ministros do TSE . Na última segunda-feira (2), por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tomou duas medidas contra o presidente Jair Bolsonaro. Abriu um inquérito administrativo para apurar os ataques, sem provas, que ele vem fazendo ao sistema eletrônico de votação, além de pedir que ele seja investigado também em um inquérito já aberto no Supremo Tribunal Federal (STF).
Leia também
Lira pede auditagem mais transparente das urnas
Bolsonaro empossa Ciro Nogueira como novo ministro da Casa Civil
Ao TSE, Bolsonaro diz que não ataca urnas, pede “efetiva auditagem”

Na avaliação do TSE, na “live” realizada na última quinta-feira em que prometeu apresentar provas de fraudes nas eleições, mas não fez, Bolsonaro teve “possível conduta criminosa”.