CidadesGovernador Valadares
Tendência

Homem que matou Pitbull da ex-namorada por ciúmes é investigado pela PCMG de GV

O fato foi registrado pela PM na ultima sexta-feira (22), mas somente agora foi divulgado pela PC em nota.

Veja a íntegra da nota:

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) está apurando crime de maus tratos, que resultou na morte de uma cadela da raça Pit Bull, em Governador Valadares. Um vídeo que circula nas redes sociais, desde a semana passada, mostra um homem espancando o animal até a morte. O crime teria ocorrido no último dia 17, no bairro Santa Rita.

O registro da ocorrência foi realizado na sexta-feira (22/11), após o recebimento de denúncias anônimas. De acordo com o registro policial, o suspeito, um jovem de 20 anos, teria espancado o animal com uma barra de ferro. De acordo com uma testemunha, o jovem teria matado o animal por vingança e ciúmes, já que suspeitava que sua namorada, dona do animal, estaria tendo um caso amoroso com um amigo dela, com quem o animal estava no momento do crime.

Com o apoio do Ministério Público Estadual e do Conselho Municipal de Proteção Animal, equipes da PCMG iniciaram diligências a fim de apurar o fato. Informações detalhadas sobre as investigações serão repassadas oportunamente.

Em continuidade às investigações que apuram crime de maus tratos contra uma cadela da raça Pit Bull, agredida até a morte, em Governador Valadares, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) esclarece que foi instaurado inquérito policial, ainda na segunda-feira (25/11), para apuração dos fatos. Também foi requerida medida judicial em desfavor do investigado, um jovem de 20 anos. O referido procedimento segue com o apoio do Ministério Público Estadual, Conselho Municipal de Proteção Animal e Poder Judiciário.

Na tarde de ontem, uma equipe da PCMG, e membros do Conselho Municipal de Proteção Animal, foram até a residência onde as agressões teriam ocorrido. De acordo com dados preliminares colhidos no local, bem como após breve análise das imagens de vídeo que registraram as agressões, foi possível perceber elementos de evidente crueldade, com, possivelmente, 19 golpes de barra de ferro aplicados contra o animal, quase que exclusivamente em sua cabeça.

A barra de ferro que teria sido utilizada nas agressões foi devidamente recolhida, além de um par de luvas. Outros elementos, para fins periciais, foram observados e colhidos no local. Tanto os materiais apreendidos, quanto as imagens, passarão por análise pericial.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar