CidadesGovernador ValadaresJustiça
Tendência

Ex candidato a deputado federal Ricardo Pedrosa é considerado foragido da justiça de GV

Conhecido como "manifestante popular", o político tenta revogar o mandado de prisão expedido pela Vara de Execuções Criminais de Gov. Valadares

O ex-candidato a deputado federal Ricardo Pedrosa (PSB) é considerado foragido da justiça. Segundo sentença proferida pelo juiz Michel Cristian de Freitas, da vara de execuções criminais, Pedrosa deixou de atender aos insistentes chamados judiciais escondendo-se até da Policia Militar.

O político foi condenado com base na Lei de Contravenções Penais(LCP), art. 42, cuja penalidade é de prisão de 15 dias a 3 meses ou multa, dependendo do caso.Devido as escusas em atender o chamamento da justiça, o magistrado sentenciou Pedrosa a pena restritiva de direito e que depois, foi convertida em restritiva de liberdade. O mandado de prisão foi expedido no dia 19 de agosto, último e até o presente momento não foi cumprido.

Pedrosa também disputou as eleições de prefeito em 2014 pelo Patriotas, obtendo na ocasião pouco mais de 14 mil votos. Em 2018, ele novamente participou das eleições de 2018 como candidato a deputado federal,desta vez pelo (PSB, e obteve no município de Governador Valadares 4.459 votos, apesar de ter sido contemplado pela sigla com uma verba de mais de 440 mil reais, para investimento em sua campanha.

Presidência do PSB em Governador Valadares

Ricardo Pedrosa é presidente do PSB de Governador Valadares, conforme consulta ao Portal do TSE.O documento informa que a comissão provisória encontra-se ativa no município. Segundo uma fonte do PSB estadual, Pedrosa foi indicado para dirigir o órgão, pelo presidente estadual do PSB René Vilela, aliado do sentenciado.
A vigência da comissão provisória iniciou-se no dia 29/07/2019 e terminará no dia 15/07/2020, conforme o link abaixo:

SGIP – Consulta PSB

Polêmico, o politico tornou -se conhecido por suas manifestações contra aumentos de tarifas da empresa de transporte coletivo do município , a “Valadarense”, que há pouco tempo, mudou seu nome para MOBI.
Sempre às volta em confusões com a Polícia Militar por perturbação da ordem pública, Ricardo Pedrosa se envolveu também num episódio com um ambulante, vendedor de água mineral, que o acusou de não pagar uma garrafa de água mineral, durante a campanha de deputado federal em 2018.

Procurado pela reportagem a defesa do o ex-candidato não foi encontrado, para se manifestar.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar