Cruzeiro chega a 50 jogos na Série B sem conseguir engrenar na competição

Cruzeiro chega a 50 jogos na Série B sem conseguir engrenar na competição

O Cruzeiro completa diante do Avaí, neste sábado (17), às 16h30, no Mineirão, a sua 50ª partida na Série B do Campeonato Brasileiro somando-se as edições de 2020 e 2021. E o aproveitamento, mesmo considerando os seis pontos retirados da Raposa no ano passado por punição da Fifa, não chega a 45%. O desafio do time do técnico Mozart é começar a mudar essa história, para que os celestes possam brigar efetivamente por uma vaga no G-4 da Segunda Divisão nacional.

Mais sobre o Cruzeiro

Segundo goleiro há mais tempo no mesmo clube, Fábio completa 950 jogos pelo Cruzeiro

A péssima passagem cruzeirense pela Série B até agora fica evidenciada pela comparação do seu desempenho com o dois outros 11 clubes que participaram com ele da competição no ano passado e seguem a seu lado nesta temporada.

Quando se soma os pontos de 2020 e 2021, mesmo acrescentando para os celestes os seis que foram descontados por punição imposta pela Fifa no ano passado, chega-se à conclusão de que o Cruzeiro tem apenas a nona campanha nessas 49 rodadas, sendo que neste ano alguns concorrentes entraram em campo uma vez a menos por causa de confrontos adiados.

Números

Nas 49 partidas já disputadas na Serie B do Campeonato Brasileiro, a Raposa somou 66 dos 147 pontos disputados, o que dá um aproveitamento de 44,9%.

À sua frente aparecem Sampaio Corrêa (51,7%), Operário-PR (51%), Avaí (48,6%), CSA (47,9%), Náutico e CRB (46,9%), Guarani (45,6%), e Ponte Preta (44,9%), sendo que a Macaca fica à frente da Raposa por ter somado uma vitória a mais nessas 49 rodadas (17 a 16).

Tiveram um aproveitamento pior que o Cruzeiro, entre os 11 companheiros cruzeirenses nessa passagem do clube pela Série B, Brasil e Vitória (38,7%) e Confiança (37,4%).

Mudar essa história, nas 27 partidas que ainda tem pela frente, é fundamental para o Cruzeiro alcançar o objetivo de retornar à Série A, fechando sua história na Segundona nacional com 76 jogos disputados.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO
Fábio; Norberto, Léo Santos, Rhodolfo e Jean Victor; Lucas Ventura, Rômulo (Ariel Cabral) e Marcinho; Bruno José, Marcelo Moreno e Airton (Wellington Nem). Técnico: Mozart

AVAI
Gledson; Edílson, Betão, Rafael Pereira e Diego Renan; Bruno Silva, Wesley Soares e Lourenço; Copete, Vinícius Leite e Getúlio. Técnico: Claudinei Oliveira.

DATA: 17 de julho de 2021
HORÁRIO: 16h30
LOCAL: Mineirão

ARBITRAGEM: Alisson Sidnei Furtado, auxiliado por Fábio Pereira e Cipriano da Silva Sousa, todos de Tocantins